ECONOMIA

O nível de desemprego na Austrália é bem baixo. Nos jornais, existem muitas ofertas de empregos para diversas áreas. Dados comprovam que nos últimos 7 anos a qualidade de vida dos australianos tem melhorado ano após ano.

 

A economia australiana é muito diversificada, atuando em vários setores: a indústria desenvolve atividades ligadas ao setor primário, como a produção de alimentos, vinhos, tabaco, exploração mineral e também as atividades que exigem maior tecnologia como a indústria de máquinas e equipamentos, a indústria química, metalúrgica, siderúrgica e petroquímica.

 

O país exporta alimentos como carne, trigo, lã e minérios como bauxita, chumbo, níquel, manganês, tungstênio, além de ouro e prata.

 

O grande crescimento da economia no país também deve-se à baixa inflação, que durante os anos 90 foi de 2,3% ao ano e se mantém com valores baixos. Isto é resultado da forte produtividade da economia.

 

Um dos setores que mais gera empregos na Austrália é o Turismo, com mais de 500 mil empregos diretos. Muitos estudantes internacionais contribuem para o setor turístico. Quando amigos e parentes os visitam, hospedam-se em hotéis, fazem passeios turísticos, frequentam restaurantes entre outros gastos que fazem girar o setor. Hoje em dia, essa indústria movimenta bilhões de dólares e a cada ano continua crescendo.

 

No passado a Austrália era conhecida por ser o país da sorte (Lucky Country) e apesar de não estar imune às crises econômicas mais recentemente, o fato é que o país está ranqueado número 52 no mundo em termos de população e 13º em termos do tamanho da economia. Boa parte disso se deve a abundância de atividade na área da agricultura e recursos minerais, que estão em falta no resto do mundo. Na década de 1970 e 1980, a demanda Japonesa manteve a economia forte.

 

Longe da crise Européia, e com os olhos firmes na cooperação entre os países da Ásia, a Austrália aproveita as menores taxas de débito do governo ajuda a manter os investidores firmes, com a AAA rating.

 

No setor da mineração nunca houve tanta movimentação desde a febre do ouro em 1850. Se você quer ver uma genuína situação de Boom em uma cidade que sente na pele esta febre, vá para Porto Headland, uma cidade com somente 20 mil habitantes, perto do deserto, no estado de Western Austrália, onde uma casa de 3 quartos chega a custar 1 milhão de dólares.

 

Muita gente reconhece que a falta de mão de obra em Perth, como por exemplo, falta de táxis, falta de gente para servir em restaurantes e falta de mão de obra em geral, é reflexo da migração da mão de obra para o setor de mineração. Profissionais em todas as áreas da região de Western Austrália e outros estados australianos abandonam suas atividades profissionais para se aventurar na área de mineração, por causa da remuneração altíssima.

 

Outra indicação deste Boom nesta região de Western Australia é a falta de pessoas que querem se alistar no exército Australiano, pois os salários do exército são muito menores do que empregados especializados em mineração, que estão ganhando atualmente mais de 100 mil Dólares Australianos por ano.

 

Muitos engenheiros, especialistas em eletrônica, por exemplo, estão indo da Inglaterra para conseguir trabalho na Austrália, pois a falta de mão de obra nestas regiões de exploração de minério é evidente. Estas regiões produzem em média 700.000 toneladas de ferro por dia, o que faz com que as empresas de mineração estejam a todo vapor.

 

Na região de Queensland, também acontece o mesmo fenômeno, em algumas áreas de mineração. Em 2011, dois terços das exportações foram para China. A capacidade de produção das mineradoras quase que triplicou na última década, mesmo assim a Austrália ainda tem dificuldade para suprir a China.

 

A economia nacional Australiana se beneficia muito com isso tudo. A demanda da China realmente contribuiu muito para manter a Austrália longe das crises que afetaram o mundo em 2008.

 

Enfim, e economia na Austrália continua estável e forte, apesar da situação do mundo não ser tão estável, e os alunos conseguem sentir certa facilidade na hora de encontrar um emprego.

 

 

Para mais informações, escreva para info@australiago.com

 

 

AUSTRALIAGO.COM
© 2000-2017. | Todos os direitos reservados. Movido a Web