BRA 011 3129-8649 | AUS 07 5538-1480 info@australiago.com

Trabalhar na Austrália é um desejo constante para a grande maioria dos brasileiros que planejam vir para o país. E isso é excelente.

Um intercâmbio com trabalho, por exemplo, remunerado ajuda e muito nos gastos com lazer, moradia, viagens, transporte, festas e alimentação. A boa notícia é que o visto de estudante australiano permite que você estude e, ao mesmo tempo, trabalhe de forma legal.

Quando cheguei na Austrália, há mais de 20 anos, eu também tinha esse sonho. Cheguei para fazer um curso de inglês e acabei ficando para fazer um graduação e um MBA. Assim, consegui um emprego em uma empresa de consultoria financeira aqui na Austrália, antes de abrir nossa agência de intercâmbio e imigração.

Por isso, quero compartilhar minha experiência e dar todas as dicas para você conseguir um bom emprego aqui na Austrália, seja como estudante ou se você está pensando em ficar me definitivo. Preparamos também um modelo de CV para você já ir se preparando para trabalhar na Austrália.

Ah, se você está pensando em imigrar para a Austrália, ou simplesmente ir estudar e trabalhar na Austrália, não se esqueça de conferir depois nosso post contando como é morar na Austrália.

 

Intercâmbio com Trabalho Remunerado

 

Os tipos de empregos na Austrália vão depender, em partes, do seu nível de inglês. Por isso, é muito importante estar a tento à diversas questões e, principalmente, escolher o curso de inglês ideal para o seu nível e se dedicar bastante às aulas. Especialmente, se você estiver chegando na Austrália com um nível básico.

Nível de inglês X tipo de emprego na Austrália

 

A maior parte dos brasileiros que chegam à Austrália com inglês básico ou intermediário acabam trabalhando em funções de limpeza em restaurantes, hotéis, bares e clubes noturnos, pois não existem muitas outras opções.

Já as pessoas que possuem o nível de inglês mais avançado encontrarão muito mais opções para trabalhar na Austrália. Existem diversas oportunidades como atendimento em bares e restaurantes, telemarketing, recepção de bares e hotéis, eventos e diversas outras vagas. Essas vagas costumam pagar um melhor salário.

Quanto mais avançado for seu nível de inglês, melhor você poderá se comunicar e conseguir melhores empregos e melhores salários. Em setores onde a comunicação é necessária, como para atuar como vendedor, ao no atendimento em hotéis, restaurantes e bares o salário acordado com o empregador tende a ser mais alto

Contudo, se o seu nível de inglês for mais baixo e você não conseguir se comunicar com clareza, acabam sobrando opções onde a comunicação não é tão exigida, como em trabalhos de limpeza.

Você também terá mais oportunidades de trabalho se estiver disposto a aceitar empregos menos qualificados, pois isso aumenta a oferta de vagas à sua disposição. Também é possível entrar numa organização exercendo uma função de menor qualificação e conquistar promoções e novos cargos lá dentro, uma vez que os australianos valorizam bastante o trabalho e interesse de cada pessoa e ela acaba sendo reconhecida por seu esforço, o que abre novas oportunidades.

 

Em Quanto Tempo Terei um Inglês Fluente?

 

O tempo para alcançar um nível de inglês mais avançado é muito relativo e varia de pessoa para pessoa. Contudo, pela experiência que que temos, atendendo e enviando alunos para a Austrália desde 2000, é possível chegar a um tempo médio aproximado.

Para uma pessoa que tem um nível básico de inglês chegar ao nível avançado, ela levará entre 6 e 8 meses. Já alguém com nível intermediário levará de 4 a 6 meses até chegar ao nível avançado e para alguém de nível avançado atingir uma nota boa na prova do IELTS, será preciso de 3 a 4 meses. Porém, para adquiri fluência na língua é preciso alguns anos estudando e vivendo na Austrália.

Normalmente, alunos que se matriculam em escolas de qualidade de ensino alta e que se dedicam um pouco além das aulas, no mínimo 1 hora de estudos em casa, possuem uma evolução mais rápida.

Muitos brasileiros que chegam na Austrália sem o conhecimento da língua inglesa optam por se dedicar mais aos estudos nos primeiros meses e, depois, com um nível de inglês maior, procuram melhores oportunidades de emprego.

 

Como Conseguir um Trabalho na Austrália?

Sempre digo para os meus alunos que, para conseguir um bom emprego na Austrália é preciso, primeiro, estar bem familiarizado com o país e, principalmente, feliz e bem adaptado. Até por que o principal motivo de você estar morando na Austrália é o fato de melhorar o seu inglês e aproveitar novas experiências.

Para se sentir mais confortável com sua vida na Austrália, é recomendável procurar por cidades que apresentam um estilo de vida mais próximo daquilo que você vê como ideal. Existem algumas cidades que são preferidas pelos brasileiros em um intercâmbio na Austrália. Se você valoriza a vida cultural, por exemplo, encontrará em cidades maiores diversas opções de teatros, cinemas, shoppings, eventos culturais, escolas e universidades, mas o porte da cidade também acaba trazendo mais poluição e criminalidade (ainda que em índices muito menores do que em outras partes do mundo).

Sempre existe a possibilidade de que a cidade escolhida não seja exatamente aquilo que você procura, mas a recomendação aqui é buscar um lugar que chegue mais perto daquilo que você deseja, sempre tendo em mente que o porte da cidade influenciará diretamente sua qualidade de vida.

Em cidades maiores e, consequentemente, mais caras, você terá que encarar maiores distâncias entre um ponto e outro, como entre sua casa e sua escola ou seu emprego, e gastar mais com transporte público, por exemplo, que é ótimo, mas custa caro. Uma boa alternativa a este cenário é escolher cidades de menor porte, onde seu custo de vida será mais baixo e você terá maior facilidade de locomoção.

 

Como funciona a relação empregado/empregador?

 

De forma geral, a única relação legal existente no trabalho na Austrália entre empregador e empregado é no registro do funcionário, onde existe uma burocracia básica que envolve o preenchimento de formulários, e depois no pagamento das obrigações por parte do empregador, como o salário (que deve obedecer às leis de salário mínimo) e o superannuation (o fundo de garantia australiano, que corresponde a 9% do salário), que é obrigatório na Austrália.

Como para o cumprimento destes procedimentos é necessário ter o Tax File Number (ou TFN, que é o equivalente ao CPF no Brasil), recomenda-se que o pedido do TFN seja feito logo na sua chegada à Austrália. Para isso, basta realizar o requerimento pelo site da Australian Taxation Office (ou ATO, a receita federal da Austrália) e, em no máximo 30 dias, você receberá pelo correio uma carta com seu número do TFN, que será exigido pelo empregador.

Muitas empresas tentam evitar o pagamento de encargos e salário mínimo ao empregado, os registrando como autônomos. Nestes casos, é preciso ter o Australian Business Number (ABN) para poder emitir nota fiscal e receber, funcionando de forma equivalente ao CNPJ no Brasil, e recomenda-se a contratação de contador para lidar com este procedimento.

Assim como em outros lugares, o tratamento dado ao empregado acaba dependendo bastante do empregador e da sua personalidade, pois existem pessoas bem educadas, atenciosas e simpáticas, assim como também existem os mal educados, que exigem muito e pagam pouco. Por isso, tenha cuidado no momento de aceitar uma oferta de emprego, pois nem sempre o empregador tem a melhor das intenções, até mesmo na Austrália.

Também é preciso ficar atento à algumas práticas que existem por aqui, como o período de experiência. Muitos donos de estabelecimentos exigem que os novos funcionários passem por um período de teste, mas acabam não os contratando e não pagando pelo período trabalhado, ou seja, você trabalha por alguns dias num lugar e nunca recebe por isso. Para se prevenir deste problema, observe qual o período de teste que o empregador exige e, se for alguns dias, fique alerta, pois pode ser uma armadilha.

 

 

Salário Mínimo na Austrália

O custo de vida nas maiores cidades não acompanha o salário mínimo da Austrália, que é de 18,29 dólares Aus por hora. Isto significa que em cidades como Sydney, por exemplo, você terá um poder aquisitivo menor do que em cidades como a Gold Coast, onde um aluguel custa em média metade do preço em comparação com cidades maiores.

Ou seja, ao se optar por viver em cidades de menor porte, é possível ter mais conforto gastando menos dinheiro. Esta é uma boa dica para maximizar o valor do seu dinheiro e garantir que você terá um padrão de vida na Austrália similar ao que tinha no Brasil.

Como acontece em diversos lugares do mundo, se você vier para a Austrália para atuar em empregos de maior qualificação profissional, como trading, ações, investimentos online, etc, você terá um estilo de vida mais confortável, mas este não é caso para a maioria dos estudantes. Em sua maioria, os estudantes que vêm para este país precisam se sustentar trabalhando conforme o visto de estudante permite, isto é, em empregos part time (casual) durante o período letivo e full time (sem limite de horas) durante as férias.

 

Tipos de trabalho: Part time e Full time

 

Outro fator importantíssimo na hora de procurar um trabalho na Austrália é se atentar ao tipo de emprego que lhe será ofertado. Não canso de lembrar o principal motivo do seu intercâmbio: aperfeiçoar o inglês.

Trabalhar part time é o único caminho para quem tem visto de estudante, sendo que só é possível trabalhar full time no período de férias. É preciso tomar muito cuidado e respeitar esses limites, pois tudo é registrado via Tax File Number e, se houver alguma discrepância de trabalho full time durante o período letivo, isso pode gerar sérios problemas tanto para o empregador quanto para o empregado.

No caso do empregador, ele pode ficar sujeito ao pagamento de uma multa pesada, enquanto o empregado é preso e, em seguida, deportado, sem direito nem a pegar seus pertences na casa onde mora. Por este motivo, todo cuidado é pouco e é preciso respeitar a legislação, que permite trabalhar full time apenas nas férias.

 

Qual Cidade da Austrália tem Maior Oferta de Emprego?

trabalhar na austrália

Todas as cidades possuem oportunidades de trabalho bastante parecidas, como serviços de limpeza em bares, restaurantes, cafés, hotéis, etc, o que acaba sendo comum a todas as cidades australianas. Contudo, nada impede que o aluno que tenha desejo de empreender comece seu próprio negócio, desde que trabalhe nas horas permitidas, conforme o visto de estudante.

Vale lembrar que as cidades maiores trazem maiores postos de trabalho. Porém, a concorrência também é mais elevada. Já nas cidades de porte médio, o número de vagas de emprego seja um pouco menor, mas a concorrência também será. Um fato importante é de que, nas cidades menores, as chances de networking também são maiores.

Independente da cidade que você escolher, você encontrará muitas ofertas de emprego, basta saber onde e como procurar. Falaremos sobre isso no tópico abaixo.

 

Qual a Melhor Época para Estudar e Trabalhar na Austrália?

 

Durante o período entre setembro e fevereiro é quando o turismo é mais forte em todas as cidades, abrindo mais postos de trabalho. A partir de março, esse movimento baixa drasticamente e surgem menos oportunidades.

Desta forma, se o aluno preferir se preparar melhor e estudar mais a língua inglesa antes de começar a trabalhar, é recomendado que ele chegue em julho para poder estudar até setembro e estar pronto para as vagas de emprego que surgirem.

Também é uma boa ideia aproveitar este período para distribuir currículos, garantindo que você conseguirá alguma oportunidade com o aumento do turismo e tirando proveito do fato que você estará mais ambientado ao país e à língua quando começar a trabalhar.

 

Como trabalhar na Austrália?

Existem diversas maneiras de se encontrar trabalho, mas não tem fórmula pronta e a persistência é a melhor arma na procura por um emprego. Contudo, existem algumas formas de facilitar esta busca:

Agência de emprego

Cadastre-se em todas as agências online com seu currículo e comece a se expor de uma maneira proativa.

Amizade para conseguir indicação

É comum que pessoas que já estejam estudando e trabalhando na Austrália há um tempo façam a indicação de amigos para ocupar sua vaga de emprego durante o período de férias como uma forma a evitar perder a vaga, pois assim elas podem voltar e reassumir sua função. Esta prática é muito comum e, geralmente, as duas pessoas acabam ficando no emprego, dependendo do desempenho do substituto.

Então uma boa dica é fazer amizades com todos na sua escola e participar de todas as atividades que surgirem, pois assim você aumentará sua rede de contatos e poderá conseguir trabalho através de indicações deste amigos.

Tax File Number

Como o próprio nome indica, o Tax File Number é um número que tem a mesma função do CPF no Brasil e é necessário para ser registrado no emprego.

Não ter o Tax File Number, contudo, não te impede de trabalhar, pois não é preciso esperar a emissão do TFN para procurar emprego. Caso você consiga trabalho, você pode ser contratado normalmente e depois passar o TFN ao seu empregador assim que o obtiver.

Licenças

Dependendo do emprego que você conseguir, pode ser necessário a obtenção de licenças específicas, como blue card, white card, RSA, certificado de barista, etc.

O blue card serve para poder cuidar de crianças, o white card serve para trabalhar no setor de construção, o RSA (Responsible Service of Alcohol) permite trabalhar em bares e servir bebidas alcoólicas. Há ainda outras licenças que são necessárias para profissionais específicos, como engenheiros, advogados, profissionais da área médica, entre outros.

CV é importante

Ter um currículo bem feito é muito importante, assim como também distribuí-los por todos os lugares, principalmente em bairros onde há mais comércio e, consequentemente, mais oportunidades. Também é uma boa dica se registrar nos sites de diversas agências de emprego, o que ajuda a aumentar suas chances de conseguir trabalho.

Talvez as oportunidades que surjam no início não sejam exatamente aquilo que o estudante procura, mas com determinação e trabalho duro é possível conseguir boas vagas e conquistar novas posições. Para isso, basta dar o primeiro passo e distribuir o currículo pessoalmente em empresas, restaurantes, hotéis, bares, clubes noturnos, empresas de limpeza, etc.

Estar atualizado

Ainda, é muito importante estar atualizado com as novidades do país, como política, economia. Dessa forma, você já tem um papo legal com seu possível empregador durantes as entrevistas. Portanto, a leitura de jornais e revistas é essencial para quem está buscando um emprego.

Ainda tem alguma dúvida? Nos deixe um comentário abaixo ou escreva para gente no info@australiago.com. Vamos encontrar a melhor forma para você ir para Austrália e se dar bem com seu emprego!